Mulheres partem pedra e projetam a indústria em 130 mercados

Quatro mulheres imprimem há quase duas décadas as suas marcas na pedra natural portuguesa. Através da implementação de uma nova visão na indústria, com foco na inovação, na digitalização de processos, no ambiente, na competitividade, na construção de marcas para ganhar força nos mercados externos.

O setor era tradicional e, pode afirmar-se, sem temor, dominado por homens. Não foi uma batalha de género mas um trabalho que reuniu todos em prol do desenvolvimento de uma indústria extrativa, com base na confiança, competência, conhecimento e experiência, reunindo a qualidade e a beleza dos mármores do Alentejo, os muito apreciados calcários da Estremadura, a ardósia (ou xisto) e o granito, que se encontram em várias regiões do país.



0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo