TRíade Da SUstentablidade

A Comissão Europeia (CE) publicou o Pacto Ecológico Europeu, que tem como objetivo a sustentabilidade da economia da União Europeia (UE).

O Grupo de Aprovisionamento de Matérias-Primas e a CE elaboraram e chegaram a acordo sobre um conjunto de princípios voluntários e não vinculativos da UE para a sustentabilidade das matérias-primas.

O Pacto está no centro da política ambiental, climática e também industrial da UE, estabelecendo os objetivos de neutralidade climática e poluição zero até 2050 e o reforço das metas de redução das emissões de CO2 para 55 % até 2030.

Para alcançar os objetivos do Pacto Ecológico será necessário o acesso a matérias-primas sustentáveis, em especial as matérias-primas críticas, fundamentais para tecnologias limpas, aplicações digitais, espaciais e de defesa, através da diversificação do aprovisionamento a partir de fontes primárias e secundárias.
ET0221867PTN.pt_page-0001.jpg

Princípios da UE para a sustentabilidade das matérias‑primas

Estes princípios contribuirão para uma abordagem integrada da extração e da transformação sustentáveis de matérias-primas na Europa em termos de desempenho social, ambiental e económico.
5.png

Fases da produção de matérias-primas abrangidas pelos princípios da UE para a sustentabilidade das matérias-primas

Os princípios da UE para a sustentabilidade das matérias-primas são aplicáveis na UE às fases de extração e transformação de matérias-primas não energéticas e a todo o ciclo de vida das cadeias de valor dos minerais, desde a prospeção ao pós-encerramento, bem como à produção de matérias-primas secundárias a partir de fluxos de resíduos extrativos, tais como rocha estéril ou resíduos e outros rejeitados de transformação
4.png
1200px-Comissao_Europeia.svg.png
Cluster-01_edited.jpg
BRONZE Label.png